RADIO

BEM VINDO A GAUCHAS BLOG, UM POUCO,DO RIO GRANDE DO SUL, DO BRASIL

Bem vindos Gaúchasblog

Bem vindos Gaúchasblog
Bem vindos Gaúchas Blog

Globo\Sala

Código: GAÚCHAS BLOG: "UM POUCO"; DE MÚSICAS, DO RIO GRANDE DO SUL, CULTURAS

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Um pouco de danças gaúchas


Danças Folclóricas Brasileiras - Rio Grande do Sul As danças ocupam um espaço nobre dentro do tradicionalismo gaúcho. O folclore gaúcho é bastante amplo e diversificado, justamente por sofrer influências de vários povos e culturas. São danças tradicionais gaúchas: Carangueijo; Chico Sapateado ou Cuiquinho; Chimarrita Balão; Chote de Duas Damas; Chote de carreirinha; Chote de Sete Voltas; Chote de Quatro Passi; Chote Inglês; Havaneira Marcada; Maçanico; Meia Canha (polca de relação); Pau de Fitas; Queromana; Rancheira de Carreirinha; Rilo; Tatu; Tatu de Volta no Meio; Tatu de Castanholas; A Tirana do Lenço; Anu; Balaio; Cana Verde; Chimarrita ou Chamarrita; Chula; Pezinho; Milonga; Roseira; Dança dos Facões; Malambo; Sarrabalho; Vanera (vanerão ou limpa banco);

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Um pouco de versos e sonhos

Sonhada Querência Caco Coelho gentileza de Beto Coelho Queria que, de repente, tudo fosse diferente, da vida que tenho aqui, da cidade ir me embora, Viver a vida de outrora, dos meus tempos de guri.. Queria que a minha casa fosse um ranchito campeiro, Amigos, gente chegando, E no fogão , um braseiro, A carne gorda pingando, na festança do assado, E a gaita velha tocando um chote bem compassado.. Que os espigões que nos cercam, Fossem Umbus p'ro aconchego Dos gaudérios assoleados, descansando nos pelegos, Que buzinas, telefones, ruídos que nos consomem, Martirizando a existencia, Fossem passaros cantores, nativos, anunciadores de uma sonhada querencia, Queria que, de repente, tudo fosse diferente, da vida que tenho aqui, Da cidade ir-me embora, viver a vida de outrora, dos meus tempos de guri. A cambona no costado, do forte calor do fogo, no terreiro o eterno jogo do sol nascendo e se pondo... De mão em mão o porongo, no apojo do mate amargo.. Um cusco junto comigo, Olfateando p/ churrasco... Ouvindo o bater dos cascos, de alguém que ao longe se vai ... Pisando o treval maduro, das barrancas do Uruguay .. Queria que, de repente, tudo fosse diferente, Da vida que tenho aqui, da cidade ir-me embora, Viver a vida de outrora, dos meus tempos de guri ...

domingo, 25 de setembro de 2016

Um pouco de versos

A vida nos ensina uma nova lição a cada dia , e são destas lições , que devemos tirar o aprendizado para seguirmos nossa caminhada , sem nunca desistirmos de buscar o que nos espera mais a frente , no fim dessa jornada ... <3

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Um pouco de lendas do Sul

Lendas são parte importante do folclore de um povo, estudá-las é fundamental para o aprofundamento da alma popular. Muitas vezes não conhecemos um grupo social em profundidade sem intimar o seu folclore. Estudar as lendas, portanto, é fundamental. As lendas são histórias do País contada pelo seu povo. A lenda é local e se localiza no tempo obrigatoriamente. O povo conta lendas para fazer a sua autobiografia, para relatar as suas memórias. Trata-se de uma profunda e urgente necessidade de explicar-se. As lendas são assim um depoimento que o povo faz sobre si mesmo e para si mesmo. É como se estivesse diante do espelho. Trata-se, a rigor, de uma confissão e a Igreja descobriu a importância do confessionário muito antes que a Psicanálise descobrisse o divã do analista. Depor sobre nós mesmos é emocional purgativo e o folclore tem a vantagem sobre a mera confissão de ser sempre coletivo. Dá explicações, diz dos porquês, exorciza fantasmas. Um banco forrado de pelego numa roda de mate será sempre mais eficaz que um terapia de grupo, em matéria de resolver os escaninhos da mente popular, embora o Folclore esteja mais próximo de Jung do que de Freud. *********************************************************************************** O Negrinho do Pastoreio é uma lenda do folclore brasileiro surgida no Rio Grande do Sul. De origem africana, esta lenda surgiu no século XIX, período em que ainda havia escravidão no Brasil. Esta lenda retrata muito bem a violência e injustiça impostas aos escravos. De acordo com a lenda, havia um menino negro escravo, de quatorze anos, que possuía a tarefa de cuidar do pasto e dos cavalos de um rico fazendeiro. Porém, num determinado dia, o menino voltou do trabalho e foi acusado pelo patrão de ter perdido um dos cavalos. O fazendeiro mandou açoitar o menino, que teve que voltar ao pasto para recuperar o cavalo. Após horas procurando, não conseguiu encontrar o tal cavalo. Ao retornar á fazenda foi novamente castigado pelo fazendeiro. Desta vez, o patrão, para aumentar o castigo. colocou o menino pelado dentro de um formigueiro. No dia seguinte, o patrão foi ver a situação do menino escravo e ficou surpreso. O garoto estava livre, sem nenhum ferimento e montado no cavalo baio que havia sumido. Conta a lenda que foi um milagre que salvou o menino, que foi transformado num anjo. O Negrinho do Pastoreio é considerado, por aqueles que acreditam na lenda, como o protetor das pessoas que perdem algo. De acordo com a crença, ao perder alguma coisa, basta pedir para o menino do pastoreio que ele ajuda a encontrar. Em retribuição, a pessoa deve acender uma vela ao menino ou comprar uma planta ou flor. ********************************************************** Lenda do João de Barro Contam os índios que, há muito tempo, numa tribo do sul do Brasil, um jovem se apaixonou por uma moça de grande beleza. Melhor dizendo: apaixonaram-se. Jaebé, o moço, foi pedi-la em casamento. O pai dela perguntou: - Que provas podes dar de sua força para pretender a mão da moça mais formosa da tribo? - As provas do meu amor! - respondeu o jovem. O velho gostou da resposta mas achou o jovem atrevido. Então disse: - O último pretendente de minha fila falou que ficaria cinco dias em jejum e morreu no quarto dia. Eu digo que ficarei nove dias em jejum e não morrerei. Toda a tribo se espantou com a coragem do jovem apaixonado. O velho ordenou que se desse início à prova. Enrolaram o rapaz num pesado couro de anta e ficaram dia e noite vigiando para que ele não saísse nem fosse alimentado. A jovem apaixonada chorou e implorou à deusa Lua que o mantivesse vivo para seu amor. O tempo foi passando. Certa manhã, a filha pediu ao pai: - Já se passaram cinco dias. Não o deixe morrer. O velho respondeu: - Ele é arrogante. Falou nas forças do amor. Vamos ver o que acontece. E esperou até até a última hora do nono dia. Então ordenou: - Vamos ver o que resta do arrogante Jaebé. Quando abriram o couro da anta, Jaebé saltou ligeiro. Seu olhos brilharam, seu sorriso tinha uma luz mágica. Sua pele estava limpa e cheirava a perfume de amêndoa. Todos se espantaram. E ficaram mais espantados ainda quando o jovem, ao ver sua amada, se pôs a cantar como um pássaro enquanto seu corpo, aos poucos, se transformava num corpo de pássaro! E exatamente naquele momento, os raios do luar tocaram a jovem apaixonada, que também se viu transformada em um pássaro. E, então, ela saiu voando atrás de Jaebé, que a chamava para a floresta onde desapareceu para sempre. Contam os índios que foi assim que nasceu o pássaro joão-de-barro. A prova do grande amor que uniu esses dois jovens está no cuidado com que constroem sua casa e protegem os filhotes. E os homens amam o joão-de-barro porque lembram da força de Jaebé, uma força que vinha do amor e foi maior que a morte.

Um pouco de só Gauchesca

Para quem gosta da cultura do Rio Grande é um prato cheio......aproximadamente 1 hora e meia de lindas musicas gauchas escolhidas a rigor !!!!! 1=É DISSO QUE O VELHO GOSTA 2=NA BAIXADA DO MAMBUCA 3=CHEIRO DE GALPÃO 4=SONHANDO NA VANEIRA 5=VANEIRA GROSSA 6=SANTUÁRIO DE XUCROS 7=SELEÇÃO DE BUGIOS 8=DE BOTA NOVA 9=ALMA DE PAMPA 10=TIMBRA DE GALO 11=NOSSA VANEIRA 12=BUGIO DO FOLE SOLTO 13=NÃO CHORA CHINA VÉIA 14=PANELA VELHA 15=BUGIO DOS BAILES https://youtu.be/BpVyTHOBnWE

Um pouco de Porto Alegre

Porto Alegre "Valerosa" Com teu céu de puro azul És a jóia mais preciosa do meu Rio Grande do Sul. No niver de Porto Alegre uma homenagem para minha Cidade.. com fotos e música Porto Alegre é demais de Isabela Fogaça. Porto Alegre é o Porto da gauchada, onde em cada esquina a galera se encontra para tomar um chimas e dar boas risadas. Porto do churrasco de domingo, do passeio no brique da Redenção e do fim de tarde e por do sol no Gasômetro, do GRE-NAL, de linda arquitetura. Essa música tão linda, que gosto mais que hino de POA. Cidade de muitas faces e múltiplas culturas, Porto Alegre tem em seu DNA o espírito democrático, que acolhe, que busca a inclusão social e estímula a participação de seus cidadãos na construção de sua história. A Cidade Uma corrida no Gasômetro, na contraluz do vermelho do pôr-do-sol. Mate no Parque da Redenção. Caminhada no Parcão. O viaduto Otávio Rocha, perfeitamente simétrico, engole a luz dos carros que cortam a velha avenida Borges de Medeiros à noite. Um barco costeia o Cais do Porto, enquanto jovens confraternizam nos bares da Cidade Baixa e senhoras compram peixes no Mercado Público. Esta é a descrição dos principais cartões postais de Porto Alegre. Para saber mais sobre esta cidade, multicultural por natureza. Origens Com uma das melhores qualidades de vida do Brasil, a Capital dos gaúchos foi fundada em 26 de março de 1772 como Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais. Em 1774, começou a tomar forma do jeito que a conhecemos: foram inauguradas a Praça XV, a Praça da Alfândega e a da Matriz. Em 1821, ganhou o status de cidade pelo imperador Dom Pedro II. Devido a sua expansão, no século XX, Porto Alegre destacou-se entre as demais cidades do Rio Grande do Sul e projetou-se no cenário nacional. Hoje, abriga eventos, integra o pólo turístico do Estado.

Um pouco do Rio Grande do Sul

Rio Grande do Sul é uma das 27 unidades federativas do Brasil.[10] Localizado na Região Sul,[11] possui como limites o estado de Santa Catarina ao norte, o oceano Atlântico ao leste, o Uruguai ao sul e a Argentina a oeste.[12] Sua capital é o município de Porto Alegre.[13] As cidades mais populosas são: Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Canoas e Santa Maria.[14] O relevo é constituído por uma extensa baixada, dominada ao norte por um planalto.[15] Antas, Uruguai, Taquari, Ijuí, Jacuí, Ibicuí, Pelotas e Camaquã são os rios principais.[15] O clima é subtropical[15] e a economia do Estado se baseia na agricultura (soja, trigo, arroz e milho), na pecuária e na indústria (de couro e calçados, alimentícia, têxtil, madeireira, metalúrgica e química).[16] Grupos de imigrantes italianos e alemães começaram a chegar a partir de 1824. A sociedade estancieira passou então a coexistir com a pequena propriedade agrícola, diversificando a produção. Durante o século XIX, o Rio Grande do Sul foi palco de revoltas federalistas, como a Guerra dos Farrapos (1835-45), e participou da luta contra Rosas (1852) e da Guerra do Paraguai (1864-70). As disputas políticas locais foram acirradas no início da República e só no governo de Getúlio Vargas (1928) o Estado foi pacificado.[17 O Rio Grande do Sul foi apontado em 2014 pelo The New York Times como o "lugar com mais traços europeus do Brasil". Embora o estado esteja em situação de decadência econômica acentuada, é onde há o maior número de idosos e a segunda maior expectativa de vida e onde os trabalhadores são mais bem remunerados. Na época do Descobrimento do Brasil, a região que hoje forma o Rio Grande do Sul era habitada pelos índios minuanos, charruas e caaguaras, que viveram há 12 mil anos a.C. Eram bons ceramistas e, na caça, usavam as boleadeiras, até hoje um dos instrumentos do peão gaúcho. Fonte wikipédia

Um pouco de Tim Maia

Tim Maia, nome artístico de Sebastião Rodrigues Maia (Rio de Janeiro, 28 de setembro de 1942 — Niterói, 15 de março de 1998), foi um cantor, compositor, maestro, produtor musical, instrumentista e empresário brasileiro, responsável pela introdução do estilo soul na música popular brasileira e reconhecido mundialmente como um dos maiores ícones da música no Brasil. Suas músicas eram marcadas pela rouquidão de sua voz, sempre grave e carregada, conquistando grande vendagem e consagrando muitos sucessos. Nasceu e cresceu na cidade do Rio de Janeiro, onde, em sua infância, já teve contato com pessoas que viriam a ser grandes cantores, como Jorge Ben Jor e Erasmo Carlos. Em 1957, fundou o grupo The Sputniks, no qual cantou junto a Roberto Carlos. Em 1959, emigrou para os Estados Unidos, onde teve seus primeiros contatos com o soul, Em 1970, gravou seu primeiro disco, intitulado Tim Maia, que, rapidamente, tornou-se um sucesso país afora com músicas como "Azul da Cor do Mar" e "Primavera".

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

UM POUCO DE ANA CAROLINA E BELCHIOR

Coração Selvagem” foi composta por Belchior para o CD do mesmo nome, lançado pelo cantor e compositor cearense em 1977. Resgatada por Ana Carolina por sugestão de Monique Gardenberg, a canção teve um verso alterado (no original “coma um cachorro quente”, que se transformou em “depois do meu beijo quente”). Belchior não conseguiria reeditar o sucesso destes dois trabalhos, Alucinação e Coração Selvagem, com sua homenagem a John Lennon, Comentário A Respeito de John (1979) sendo, provavelmente, seu último grande hit. E por motivos, não nos interessam, pessoal, ele não mais pode receber direitos autorais de suas músicas.. Uma pena mesmo, letras são lindas BELCHIOR FEZ ESSA CANÇÃO, CORAÇÃO SELVAGEM, AOS 29 ANOS, QUANDO SEU CORAÇÃO ESTAVA MAIS SELVAGEM DO QUE NUNCA. Coração Selvagem Ana Carolina Meu bem Guarde uma frase pra mim Dentro da sua canção Esconda um beijo pra mim Sob as dobras do blusão Eu quero um gole de cerveja No seu copo, no seu colo e nesse bar Meu bem O meu lugar É onde você quer que ele seja Não quero o que a cabeça pensa Eu quero o que a alma deseja Arco íris, anjo rebelde Eu quero corpo Tenho pressa de viver Mas quando você me amar Me abrace e beije bem devagar Que é pra eu ter tempo, tempo de me apaixonar Tempo pra ouvir o rádio no carro Tempo para a turma do outro bairro Ver e saber que eu te amo Meu bem O mundo inteiro está naquela estrada Ali em frente Tome um refrigerante depois do meu beijo quente Sim, já é outra viagem E o meu coração selvagem Tem essa pressa de viver Meu bem Mas quando a vida nos violentar Pediremos a algum Deus que nos ajude Falaremos para a vida "vida pisa devagar" Meu coração, cuidado, é frágil Meu coração é como um vidro Como um beijo de novela Meu bem Talvez você possa compreender a minha solidão O meu som, a minha fúria e essa pressa de viver E esse jeito de deixar sempre de lado a certeza E arriscar tudo de novo com paixão Andar caminho errado pela simples Alegria de ser Vem viver comigo Vem correr perigo Vem morrer comigo Meu bem Meu bem Meu bem Meu bem Talvez eu morra jovem em alguma curva do caminho Algum punhal de amor traído completará o meu destino Vem viver comigo Vem correr perigo Vem morrer comigo Meu bem Meu bem Meu bem Meu bem

UM POUCO DE BELCHIOR

QUEM LEMBRA: EU SOU APENAS UM RAPAZ LATINO AMERICANO. BELCHIOR é um cantor e compositor brasileiro. Foi um dos primeiros cantores de MPB do nordeste brasileiro a fazer sucesso nacional, em meados da década de 1970. De 1965 a 1970 apresentou-se em festivais de música no Nordeste. Em 1971, quando se mudou para o Rio de Janeiro, venceu o IV Festival Universitário da MPB, com a canção Na Hora do Almoço, cantada por Jorge Melo e Jorge Teles, com a qual estreou como cantor em disco, um compacto da etiqueta Copacabana. Em São Paulo, para onde se mudou, compôs canções para alguns filmes de curta metragem, continuando a trabalhar individualmente e às vezes com o grupo do Ceará. Em 1972 Elis Regina gravou sua composição Mucuripe (com Fagner). Atuando em escolas, teatros, hospitais, penitenciárias, fábricas e televisão, gravou seu primeiro LP em 1974, na gravadora Chantecler. O segundo, Alucinação (Polygram, 1976), consolidou sua carreira, lançando canções de sucesso como Velha roupa colorida, Como nossos pais, que depois foram regravadas por Elis Regina e Apenas um rapaz latino-americano. Outros êxitos incluem Paralelas (lançada por Vanusa) e Galos, noites e quintais (regravada por Jair Rodrigues). Em 1979 no LP Era uma Vez um Homem e Seu Tempo (Warner) gravou Comentário a respeito de John (homenagem a John Lennon), também gravada pela cantora Bianca. Em 1983 fundou sua própria produtora e gravadora, Paraíso Discos, e em 1997 tornou-se sócio do selo Camerati. Sua discografia inclui Um show – dez anos de sucesso (1986, Continental) e Vício elegante (1996, GPA/Velas), com regravações de sucessos de outros compositores. Atualmente o cantor em Porto Alegre **************************Seu terceiro disco, Coração Selvagem, é uma pequena obra-prima. É o ápice do Belchior compositor, filósofo e discreto cronista de um cotidiano cruel, que já se insinuava sobre as pessoas naquele 1977. Sua interpretação da faixa-título é um dos maiores momentos do blues made in Brazil, devidamente temperado por versos matadores como "mas quando você me amar, me abrace e me beije bem devagar, que é para eu ter tempo, tempo de me apaixonar" ou "não quero o que a cabeça pensa, eu quero o que alma deseja, arco-íris, anjo rebelde, eu quero o corpo, pois tenho pressa de viver". Jamil Joanes toca baixo e Hélio Delmiro conduz guitarras e violões. O arranjo de cordas de Paralelas, outro sucesso, que já registrado em 1975 por Vanusa, trazia toda a beleza distópica da canção. A letra, igualmente rica, vinha com versos que ganharam fama como "No Corcovado, quem abre os braços sou eu, Copacabana, esta semana, o mar, sou eu, como é perversa a juventude do meu coração, que só entende o que é cruel, o que é paixão". O disco ainda traz outros belos exemplos da poética belchioriana, como "Galos, Noites e Quintais" e a subestimada Populus, assombroso conto sobre a relação entre pobres, ricos, trabalhadores e patrões. Bibliografia CARLOS, Josely Teixeira. Muito além de apenas um rapaz latino-americano vindo do interior: investimentos interdiscursivos das canções de Belchior. 2007. 278 p. Dissertação (Mestrado em Linguística - área de concentração Análise do Discurso) - Programa de Pós-Graduação em Linguística, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2007. CARLOS, Josely Teixeira. Fosse um Chico, um Gil, um Caetano: uma análise retórico-discursiva das relações polêmicas na construção da identidade do cancionista Belchior. 686 p. Tese (Doutorado em Letras – área de concentração Análise do Discurso) - Programa de Pós-Graduação em Filologia e Língua Portuguesa, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

UM POUCO DE EU SOU DO SUL

A música-tema da Semana Farorupilha 2014, “Eu Sou do Sul”, de autoria de Elton Saldanha, é praticamente um hino do Rio Grande do Sul. O músico nativista conta que a letra foi composta com a finalidade de mostrar as muitas culturas do estado e as suas peculiaridades. Ao todo, 67 músicos estiveram envolvidos no projeto gravando no tom de sol maior - original da música. Os pontos escolhidos para fazer as imagens, sobretudo turísticos, reflete a mescla característica: uma banda de funk gravou em frente a uma igreja, uma banda de rock em uma estação do Trensurb, e um coral dentro de um zoológico.

Um pouco do Hino Nacional

O Hino Nacional Brasileiro, símbolo de exaltação à pátria, é uma canção bastante complexa. Além de possuir palavras pouco usuais, sua letra é rica em metáforas. O texto segue o estilo parnasiano, o que justifica a presença de linguagem rebuscada e de inversões sintáticas, que dificultam a compreensão da mensagem. Assim, a priorização da beleza da forma na elaboração do hino fez com que a clareza ficasse comprometida. Você, que já sabe cantar o hino nacional, conhece-o pela melodia e musicalidade ou pelo sentido que a mensagem representa? A maioria das pessoas, apesar de ter domínio da letra, desconhece seu significado. Veja a seguir o hino nacional. Observe as palavras em destaque e suas definições em parênteses. É provável que você se surpreenda com as informações que sempre proclamou, sem, de fato, estar ciente disso. Parte I Ouviram do Ipiranga as margens plácidas (calmas, tranquilas, serenas) De um povo heroico o brado (grito, clamor) retumbante (que ressoa, ecoante) E o sol da liberdade (independência), em raios fúlgidos (brilhantes, luminosos), Brilhou no céu da Pátria nesse instante. Parte II Deitado eternamente em berço esplêndido (admirável, grandioso), Ao som do mar e à luz do céu profundo, Fulguras (cintilas, brilhas), ó Brasil, florão (ornato, enfeite) da América, Iluminado ao sol do Novo Mundo! Se o penhor (direito) dessa igualdade Conseguimos conquistar com braço forte (com nossa firmeza), Em teu seio (interior, âmago), ó liberdade, Desafia o nosso peito (coração) a própria morte! Do que a terra, mais garrida (vistosa), Teus risonhos, lindos campos têm mais flores, "Nossos bosques têm mais vida", "Nossa vida" no teu seio "mais amores." Ó Pátria amada, Idolatrada (adorada, venerada, amada), Salve! Salve! Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve! Brasil, um sonho intenso, um raio vívido (brilhante, resplandecente) De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso (belo) céu, risonho (repleto de promessas) e límpido (claro), A imagem do Cruzeiro (constelação Cruzeiro do Sul) resplandece (brilha). Brasil, de amor eterno seja símbolo O lábaro (bandeira) que ostentas (exibes) estrelado, E diga o verde-louro (amarelo) dessa flâmula (bandeira) - Paz no futuro e glória no passado. Gigante pela própria natureza (desde que nasceste), És belo, és forte, impávido (destemido) colosso (gigante) E o teu futuro espelha (refletirá) essa grandeza. Mas, se ergues da justiça a clava (arma) forte, Verás que um filho teu não foge à luta, Nem teme, quem te adora, a própria morte. Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada! Terra, adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil (generosa), Pátria amada, Brasil! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil!

Um pouco de Byafra

http://www.byafra.com/

Um pouco de Byafra

http://www.byafra.com/ Byafra é um cantor e compositor brasileiro. Em 1970, enquanto o Brasil ainda comemorava o tricampeonato mundial de futebol, surgia na cidade de Niterói (Rio de Janeiro) a banda O Circo, que lançou Biafra como vocalista. Seus maiores sucessos, "Leão Ferido" (incluído no álbum Despertar - 1981) e "Sonho de Ícaro" (incluído no álbum Existe Uma Idéia - 1984), lhe renderam dois Discos de Ouro. Compositor de muitos temas de novelas, lançou 14 álbuns, que venderam mais de meio milhão de cópias. Suas músicas também foram gravadas pelos maiores ídolos da MPB. Em 1998, antes do lançamento do álbum Ícaro, trocou o "i" pelo "y" em seu nome artístico (de Biafra para Byafra) para evitar aparecer na mesma página da guerra civil nigeriana nos sites de busca da internet. Atualmente ainda mora em sua cidade natal.

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Feliz Aniversário Dj Lion Polo

Hoje é aquele dia que procura-se novos olhares, novas percepções. Na verdade, você procura que alguém olhe para você com mais atenção. Sem pressa. Que reparem que neste dia, você transmite mais segurança, mais confiança. Fica mais experiente, mais inteligente. Hoje é o seu dia e você merece carinho, atenção, mimos, cafunés e todo o tipo de demonstração amorosa que puderem lhe dar. E lhe darão! Apenas se acalme e desfrute deste dia tão cheio de alegria. Tudo se resume à uma só questão: como você quer que seja este dia? Escolha fazer dele o melhor de sua vida, tal como também o dia de amanhã e depois, e depois… Feliz aniversário! Das GauchasBlog

domingo, 10 de abril de 2016

✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫✫ Amor.o sentimento mais bonito✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫✫✫✫¸.•°*”˜˜”*°•.✫

E quem disse que o amor precisa ser perfeito?! Ele precisa apenas ser de verdade!....



REAL MARAVILHOSO!..

Nossa vida flutuando em dois espaços,
um real – outro fantástico imaginário,
e nesse encontro do real maravilhoso
ficamos presos, partidos aos pedaços
estando em um, desejando o outro.
Vivemos então o momento majestoso,
onde tudo é possível na fantasia criada,
e no equilíbrio dessa realidade virtual,
encontramos a felicidade imaginada
para amenizar a solidão do ser
esmagado na realidade do viver
buscando no fantástico irreal
as ilusões passadas e perdidas.
.

.


sábado, 12 de março de 2016

Bom Final de Semana...

 Que cada dia seja iluminado com gotas de alegria e sabedoria para que possamos viver na paz com toda a humanidade.



Que este dia...
E todo o final de semana...
Seja assim...
Bonito...colorido...
E cheio de Graças...

          

segunda-feira, 7 de março de 2016

TODA MULHER!






Toda mulher deve ser amada
No dia-a-dia conquistada
No ser mãe endeusada
Na cama desejada
Na boca beijada
Na alegria multiplicada
No lar compartilhada
No seu dia festejada
Na tristeza consolada
Na queda levantada
Na luta encorajada
No trabalho motivada
No aniversário presenteada
Na alma massageada
Na beleza admirada
Na dificuldade ajudada
No cangote bem cheirada
Na vida abençoada
No mundo inteiro respeitada
E sempre que possível... abraçada.
Bruno Bezerra

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Agradeço minha amiga Aninha!


Quero agradecer a todos as lindas mensagens de felicitações pelo meu aniversário! Muito obrigada de todo meu coração! Foram muitas e cada uma eu guardei bem aqui dentro de mim com carinho.

Isso me alegra e impressiona porque a cada ano eu recebo mais e mais felicitações e isso não têm palavras para descrever. Só a sensação que eu estou no caminho certo. Tenho amigos que me querem bem e isso demostra que foi mérito que eu conquistei por mim mesma e pelos meus comportamentos e sentimentos. Isso talvez seja a minha diferença. Não sei?!

Sou uma pessoa muito comum. Nada de especial e extraordinário. Bem 'comunzinha' pra ser sincera. Talvez seja essa empatia que tenho em acolher as pessoas  diferentes e diversas dentro deste coraçãozão que tenho. Deve ser isso, creio?! Porque é um coração bem grande mesmo... Graças a Deus cabem muitos dentro. Risos!

E quero dizer para todos amigos(as) que vocês não podem imaginar o que eu estou sentido agora. É muito bom! sabia? Não existe nada neste mundo melhor do que essa sensação de ser lembrada, amada, reconhecida! Nada se compara!! Nem um orgasmo como disse uma amiga.

Então! Quero que todos vocês recebem meus sinceros e agradecidos reconhecimentos. MUITO OBRIGADA as mensagens que recebi hoje pelo facebook, aos amigos queridos que trocaram a data e postaram ontem, mas tá valendo. Obrigada aos amigos e amigas que enviaram lindas mensagens no meu e-mail, também as mensagens de texto no celular. E claro, não poderia esquecer de agradecer os telefonemas que recebi hoje. Amores eternos de toda a vida e que nunca esquecem do meu aniversário. Faça sol ou chuva eles me ligam.
Hoje chorei diversas vezes de tantas felicidades. Desde jeito vocês irão me matar. Felicidade em excesso chega a doer. Pode acreditar!!! O coração fica em estado acelerado e muito cheio de amor. Seria uma morte linda né! Morrer de amor e alegria! Mas eu ainda vou viver muitos e muitos anos. Estou apenas na metade. Hoje fiz 53 anos e tenho muitas coisas para fazer antes de voltar para casa (mundo espiritual). . Quero ver meus filhos bem sucedidos, espiritualmente e financeiramente. É o sonho de toda mãe eu creio. Eu tenho! E se Deus me der essa graça quando eu morrer estarei em paz.

E para finalizar quero agradecer a todos que tirarão um tempinho a me dar carinho e Parabéns!

Obrigada! Obrigada! Obrigada!


domingo, 14 de fevereiro de 2016

VERA !!! FELIZ ANIVERSÁRIO

<
Toda felicidade do mundo Nesta data mais que especial, Te desejo 3 coisas. Tudo... e Nada... Tudo que te faça feliz. Nada que te faça sofrer. E meu terceiro desejo é Que você... Presenteie este dia com sorrisos, A semana com alegrias, Os anos com prosperidades, E a vida com esperança e FÉ! Amo você! O seu dia especial Hoje, o dia amanhece sorrindo. O sol ainda nem nasceu ao certo mas está ansioso para te dar um calor especial. Ao abrir tua janela, sentirás o abraço do vento, e em algum lugar, as flores vão sorrir para você. Que linda é a vida, e, para que melhor do que nós mesmas sabermos o quanto é importante viver e fazer parte da vida de alguém. Alguém que se importa e compreende, alguém com quem você pode contar sempre, pois tem um coração amoroso e generoso, capaz de valorizar a si mesmo e aos outros. Por ser você este alguém tão especial, agradeço à Deus o privilégio de neste lindo dia, amanhecer celebrando tua existência, pois sua amizade significa mais do que as palavras possam dizer, pois uma grande amizade abençoa os dias que temos para viver. Que Deus te abençoe minha querida amiga, com paz, saúde e alegria; e, mesmo nos momentos mais difíceis e inevitáveis, você possa contar com ele que é o verdadeiro amigo de todas as horas, e se os degraus da vida tiverem difíceis de subir, segura na mão dele que com certeza, encontrarás forças necessárias para prosseguir. Um FELIZ ANIVERSÁRIO para quem faz meus dias mais especiais com sua existência: Você!

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

FELIZ FEVEREIRO!...

🍃
A vida de uma pessoa não é o que lhe acontece…
Mas aquilo que recorda e a maneira como o recorda...!




domingo, 17 de janeiro de 2016

ISSO É O AMOR.




















Respeito, Amizade, Carinho, Vontade de estar perto, Saudades, pensar em ter um Futuro junto aquela Pessoa, e muitas outras coisas Indescritíveis do Coração.
ISSO É O AMOR.



A amizade é assim:



























A amizade é assim:

É sentir o carinho,

É ouvir o chamado.
É saber o momento
de ficar calado.
Amizade é somar
alegrias, dividir tristeza.
É respeitar o espaço,
silenciar o segredo.
É a certeza
da mão estendida.
A cumplicidade que
não se explica,
Apenas vive!
Olavo Roberto


domingo, 10 de janeiro de 2016

Uma semana maravilhosa

''Deus dorme em cada pedra. Desperta em cada planta. Move-se em cada animal. Pensa em cada homem e Ama em cada anjo. Daí concluímos que devemos tratar cada planta como um animal querido. Cada animal querido como um ser humano, e todo ser humano como Deus, pois nele vive a centelha divina.'' Poema Tibetano Que a nossa semana seja leve, abençoada, iluminada, produtiva e muito feliz!